sexta-feira, 21 de maio de 2010

GREVE!


Em Assembléia realizada ontem, dia 20-05-2010 no Paço Municipal - Sede da prefeitura de Goiânia - os profissionais da educação desta cidade (adiando desavenças com o SINTEGO) votaram as 11h da manhã quase por unanimidade posicionaram-se favoráveis à GREVE POR TEMPO INDETERMINADO.

Entre inúmeras bandeiras, exigimos o pagamento do PISO NACIONAL, APROVAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO DO ADMINISTRATIVO e NÃO RETALIAÇÃO/COAÇÃO DOS EDUCADORES EM SITUAÇÃO DE CONTRATOS ESPECIAIS.

Exigimos da Prefeitura que pague o Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN) para os trabalhadores da Educação conforme determina a Lei Federal 11.738/08, no valor de R$ 1.312,85, para uma jornada de 30 horas semanais.

Inadmissível, hoje, dois anos após sancionada a Lei o vencimento dos professores da rede ser de R$ 922,00, como se não bastasse ser negada uma série de direitos trabalhistas e condições de trabalho para atuação no Ciclos de Formação negam-se a pagar o piso!
Enquanto tudo pipoca, a greve é deflagrada e o projeto da Lei está suspenso das sessões de votação na Câmara, o vereador Iram Saraiva faz pedido de antedipação do recesso da Câmara que os liberariam para assistirem tranquilamente os jogos da Copa do Mundo... http://www.radio730.com.br/noticias/politica/11583-vereador-quer-antecipacao-de-recesso-para-assistir-todos-jogos-da-copa.html

Eta ópio! Existem muitos imunes a eles!

Um comentário:

  1. Que os bom que os professores de Goiania são politizados.

    ResponderExcluir